Home Filmes Cemitério Maldito – O Filme de 2019
Cemitério Maldito – O Filme de 2019

Cemitério Maldito – O Filme de 2019

55
0

Leia ouvindo Pet Sematary, dos Ramones!

Cemitério Maldito, um clássico do terror do fim da década de 80, volta para 2019 com uma adaptação moderna e o mesmo ar sobrenatural.

Adaptado do livro Pet Sematary, de Stephen King, a obra volta para as telonas 30 anos depois de sua estreia original com algumas mudanças e promessa de ser ainda mais assustador.

Gravada no Canadá, esta obra tem uma direção especializada em filmes de terror independentes, através de Kevin Kölsch, Dennis Widmyer.

Bem ao estilo deste gênero que sempre andou entre o cult e o terror.

Cemitério Maldito

A trama é simples: uma família se muda para uma casa localizada ao lado de um antigo cemitério de animais que recebeu também corpos indígenas.

Quando o gato da família morre atropelado ele é enterrado no cemitério e, para espanto de seus donos, volta a vida, exatamente como antes da morte.

Mas tudo fica realmente estranho e assustador quando o casal perde um filho.

naftalinapop-cemiterio-maldito-1989
Versão do filme de 1989

Um novo Cemitério Maldito

Em 1989, quando o filme foi lançado pela primeira vez, foi o próprio King quem assinou o roteiro e teve direção de Mary Lambert que em 1990 ganhou o Audience Award no Avoriaz Fantastic Film Festival, pelo filme.

Nesta versão o casal se muda para a nova casa e seu filho mais novo, de 3 anos, falece e é enterrado no cemitério em uma tentativa de traze-lo novamente á vida, como ocorreu com seu gato.

Para 2019, os diretores resolveram que esta morte recairia sobre a filha mais velha, Ellie, que também foi enterrada no cemitério pelos mesmos motivos e que também volta para assombrar seus pais.

Sem mais do mesmo

Pode-se garantir que a obra não foi simplesmente refilmada, como uma tentativa de reviver o glamour dos filmes de terror das décadas de 70 e 80.

Segundo o próprio produtor Lorenzo di Bonaventura, esta mudança ocorre para que não se entregue ao público algo que já foi entregue. Ou seja, se no original morre o filho, neste pode morrer a filha.

Um boa estratégia, considerando que assim é possível explorar aquilo que ainda não foi explorado na mesma obra, ampliando os quesitos de comparação em favor da obra original e de uma terceira.

Mais Asustador

Porém, além de querer fugir do mais do mesmo, a substituição para a morte da filha mais velha, segundo o codiretor Dennis Widmyer, é porque Ellie tem oito anos, o que é mais assustador e ameaçador que seu irmão de apenas 3 anos.

Também porque no filme original o filho mais novo, ressuscitado, era representado por um boneco. Agora teremos uma atriz, a ótima Jeté Laurence (Jéssica Jones).

Terror Psicológico

Outra mudança interessante baseado no livro são os ataques não apenas físicos, mas também psicológicos, cometidos pela filha Ellie.

Esta estratégia está relacionada a escolha dos diretores.

Isso foi retirado do filme original de 1989 e foi colocado de volta a trama para explicar muitas das falas de Ellie.

E, claro, aumenta ainda mais a relevância deste novo filme, visto que esta estratégia psicológica está no livro.

Mas, se mesmo o autor do livro retirou isso do roteiro, em sua primeira versão para o cinema, teria algum motivo para recolocar agora?

Trailer e Pôster

Nos resta esperar a estreia!

Até lá, confere o pôster e o trailer já divulgados.

naftalinapop-cemiterio-maldito

(55)

Totonho Lisboa Sou ator de teatro e televisão e produzo espetáculos sob encomenda. Sou parte do nicho que se interessa por muitos assuntos, mas não é expert em muita coisa. Meus momentos criativos são compostos por séries, Wood Allen, curtas metragem e trabalhos irônicos independentes. Não tenho nada contra Blockbuster.

Deixe um comentário

Por favor Faça Login para Comentar
  Acompanhe respostas por e-mail  
Notificar