Home Séries Eletric Dreams — Os sonhos elétricos de Philip K. Dick
Eletric Dreams — Os sonhos elétricos de Philip K. Dick

Eletric Dreams — Os sonhos elétricos de Philip K. Dick

6
0

Com a popularização de “Black Mirror”, a série “Eletric Dreams” ficou para segundo plano. Pouco, se comenta sobre ela, mas isto não quer dizer que não vale a pena uma olhada.

Philip K. Dick

Philip K. Dick, autor de vários livros e contos

A série “Eletric Dreams” se baseia nos contos de Philip K. Dick. Conhecido no mundo Nerd por seus contos de ficção científica, ele tem uma vasta coleção de histórias que deveriam virar filmes e séries. Bem, não apenas deveriam, mas algumas já viraram.

Philip K. Dick nasceu em Chicago, em 1928. Nos anos 50 começou a publicar algumas de suas histórias na revista ”Fantasy and Science Fiction”, e em 1955 publica seu primeiro livro, “Solar Lottery”.

O autor não teve muito reconhecimento em vida, entretanto, sua vasta obra ficou famosa ao ganhar vida nas telonas. Para se ter uma ideia da quantidade de material, cito alguns filmes inspirados em seus textos. Blade Runner, Minority Report, O Vingador do Futuro, Total Recall, Os Agentes do Destino e Screamers, são alguns exemplos

Entre as séries, podemos destacar “O Homem do Castelo Alto”, que já está disponível na Prime Video. A série conta uma história alternativa, onde o eixo venceu a segunda guerra e dividiu os EUA entre Alemanha e Japão. Neste mundo alternativo, onde a Times Square exibe símbolos como a suástica, um homem divulga imagens dos americanos vencendo a guerra.

Eletric Dreams

Com a grande quantidade de contos, claro que a obra de Philip K. Dick renderia uma boa série. Eletric Dreams é a produção que os fãs aguardavam. Disponível na Prime Video, da Amazon, cada episódio conta uma história diferente.

É impossível não comparar Eletric Dreams e Black Mirror. Ambas mostram mundos diatópicos, tecnologia que foge do controle, opressão e, às vezes, um final não tão bom para os personagens principais.

Os fãs mais radicais de Black Mirror podem até gritar que é um genérico, mas lembremos que Philip K. Dick está por aí desde 1950. Sendo assim, é meio claro que os roteiristas de Black Mirror se inspiraram também nos textos do autor americano.

Vale a pena?

Eletric Dreams conta com elenco de ponta

Assim como em Black Mirror, cada episódio é interessante, mas ao contrário da concorrente, Eletric Dreams conta com a bagagem do autor. Além disso, a série da Prime Video apostou num elenco de peso, como Bryan Cranston (Breaking Bad), Timothy Spall (Harry Potter), Greg Kinnear (Pequena Miss Sunshine), Liam Cunningham (Game of Thrones) e Anna Paquin (X-Men), entre outros.

Já no primeiro episódio pude perceber que Eletric Dreams foi muito bem produzida. Os atores estão muito bem, e o episódio de estreia é interessante e intrigante. Sim, vale a pena o play!

(6)

Albert Vaz Escritor e roteirista que já era nerd desde a época que isto era crime. Caráter forjado na mesa de RPG e pelas séries de gosto discutível da TV Manchete.

Deixe um comentário

Por favor Faça Login para Comentar
  Acompanhe respostas por e-mail  
Notificar