Home Games Link’s Awakening: um remake cheio de vida
Link’s Awakening: um remake cheio de vida

Link’s Awakening: um remake cheio de vida

4
0

Link’s Awakening é um remake que pegou muita gente de surpresa. Originalmente lançado no Game Boy, foi o primeiro game da série em um console portátil.

Em 2017 a Nintendo lançou um remake do Metroid 2 para o 3DS. Assim como Link’s Awakening, Metroid 2 foi a primeira aparição da série homônima no portátil. Então não é a primeira vez que revitalizam um game de Game Boy para a nova geração. A diferença é que Legend of Zelda tem muito mais títulos na sua franquia, o que torna a escolha um tanto obscura.

 

Link’s Awakening e o lançamento de um novo portátil

Talvez não seja tão surpreendente a escolha. O remake de Metroid 2 foi um lançamento que, na minha opinião, buscava trazer nova vida para o portátil 3DS, que já estava ficando velhinho e chegando nos seus finalmentes. Na época, o Switch já tinha sido lançado e estava fazendo um sucesso enorme. Considerando que o remake de Metroid era um título exclusivo do 3DS, nota-se que a Nintendo tem um plano bem metódico e firme para seus lançamentos. Eles ainda queriam manter a audiência do 3DS apesar do sucesso do novo console híbrido.

No mesmo dia do lançamento de Link’s Awakening, a nova versão do Switch, o Lite, também foi lançado. Coincidência? Internautas de plantão dizem que não! O Lite é um produto focado apenas no formato portátil do Switch, e apesar de não ser oficial, já é considerado como o sucessor espiritual do 3DS.

 

Uma beleza inigualável

Os gráficos de Link’s Awakening imitam brinquedos plásticos. O mundo é cheio de cor, vibrante e adorável. O fato que tudo se parece como brinquedos dá a impressão de se estar brincando de imaginação com um bocado de bonequinhos. Arbitrariamente é um dos games mais belos do sistema.

Captura de tela de Link's Awakening mostrando floresta com detalhes que fazem o game parecer com brinquedos de plástico

 

Uma história fora do convencional

Ao contrário da maioria das histórias na série, Zelda não está presente, e também não se faz referências à triforce. Link’s Awakening também conta com a presença de personagens de outros games, como Goombas (parte da série de games do Mario) e até mesmo Kirby!

Link sai a velejar em busca de treinamento quando uma forte tempestade destrói seu barco. Ele acaba sendo levado até as margens de uma ilha conhecida como Koholint. Marin o encontra na praia, e leva-o para sua casa, onde você acorda alguns dias mais tarde e começa sua aventura com o intuito de voltar a Hyrule.

 

Um game muito bem recebido

Link’s Awakening foi um grande sucesso na época do portátil. Tamanho foi o sucesso que relançaram anos mais tarde em uma versão em cores para o Game Boy Color. Essa versão incluiu um dungeon novo baseado em cores, e tinha também compatibilidade com a impressora para o Game Boy.

Relançar o game para promover o novo portátil da empresa parece ser uma boa jogada. Vai que pega muita gente nostálgica pelo Game Boy, que agora pode reviver a nostalgia com novos gráficos e uma experiência modernizada?

Assim como no primeiro relançamento, esta versão inclui um novo recurso único que permite a criação de seus próprios dungeons. Você encontra essas peças ao longo da aventura, e pode inclusive compartilhar com amigos as suas criações. Se você tiver amiibos da série Legend of Zelda, você também ganha peças, e se tiver o novo Link lançado junto com esse game, você também pode incluir o Shadow Link nos seus dungeons!

Captura de tela do criador de dungeons do game Link's Awakening para Nintendo Switch
Tela do criador de dungeons, utilizando peças encontradas durante sua aventura

(4)

Vagner Albino Nascido no Rio Grande do Sul, atualmente mora no Canadá e está sempre procurando pelas últimas novidades no mundo dos games. Seus jogos favoritos são RPG, aventura, música e indies, e ele mesmo já desenvolveu diversos pequenos jogos e interações para a plataforma Twitch, onde esporadicamente faz algumas transmissões.

Deixe um comentário

Por favor Faça Login para Comentar
  Acompanhe respostas por e-mail  
Notificar