Home Filmes Vingança a Sangue Frio
Vingança a Sangue Frio

Vingança a Sangue Frio

49
0

Vingança a Sangue Frio, novo filme do diretor Hans Petter Moland tem no elenco Liam Neeson e aposta em fórmula já consagrada pelo ator.

Um morador pacato e um desejo de vingança. Para quem já ouviu esta premissa antes sabe o que esperar deste filme.

Essa é exatamente a ideia de Vingança de Sangue que estrou dia 14 de março nos cinemas.

Vingança a Sangue Frio

Nels (Liam Neeson) é um tranquilo homem de família.

Eleito Cidadão do Ano pela pacata Kehoe, no Colorado, onde reside, trabalha como motorista de um removedor de neve e ajuda a liberar estradas que se congestionam pelos flocos gelados que caem abundantemente.

Tudo, apesar do marasmo, parece ocorrer bem.

Porém, vê seu mundo virado de cabeça para baixo quando seu filho é morto por um poderoso traficante de drogas.

Impulsionado pelo desejo de vingança e sem nada para perder, ele faz tudo o que por preciso para destruir o cartel.

NaftalinaPOP_Filmes_Vingança_a_sangue_frio

Fórmula consagrada

Para quem gosta de filmes de ação que esta mistura de assassinato de um ente familiar + desejo de vingança funciona mito bem.

Mais ainda para quem é fã de Liam Neeson e acompanhou seu sucesso em Busca Implacável (2008).

Apesar disto, Vingança a Sangue frio traz elementos inesperados como uma tribo de índios traficante de cocaína.

Estreia Adiada

Inicialmente o filme deveria ter sido lançado em 14 de fevereiro de 2019.

Porém, na época, o estúdio adiou sua estreia depois de uma repercussão negativa de uma entrevista de Neeson.

Para promover o filme, o ator falou em entrevista com o jornal The Independent e declarou já ter sentido vontade de matar um negro para vingar-se.

Como o filme trata desta mesma ocasião, houve o adiamento para 14 de março.

Trailer

(49)

Totonho Lisboa Sou ator de teatro e televisão e produzo espetáculos sob encomenda. Sou parte do nicho que se interessa por muitos assuntos, mas não é expert em muita coisa. Meus momentos criativos são compostos por séries, Wood Allen, curtas metragem e trabalhos irônicos independentes. Não tenho nada contra Blockbuster.

Deixe um comentário

Por favor Faça Login para Comentar
  Acompanhe respostas por e-mail  
Notificar